O fim da papada

O ácido deoxicólico é a nova substância que visa eliminar pequenas quantidades de gordura da região da papada. Ele está previsto para chegar ao Brasil até o final deste ano.

O que é ácido deoxicólico?
O deoxicólico é uma substância com a mesma composição da bile, age na decomposição da gordura, permitindo que esta seja eliminada pelo organismo. Indicado na eliminação da gordura submentual, popularmente conhecida como papada. Ele é contraindicado para gestantes, lactantes, menores de 18 anos e pessoas que apresentem infecções no local da aplicação ou alergia a algum dos componentes do produto.

Como ele age na eliminação da gordura localizada?
Após a aplicação da anestesia tópica, o ácido deoxicólico é injetado, através de agulhas bem fininhas, na camada mais profunda da pele (hipoderme), respeitando-se a distância de um centímetro entre cada região onde será aplicado 0,2 ml do produto. “No momento em que é injetado, ele aproveita a pouca resistência do tecido adiposo, fragmenta a célula de gordura, que se liquefaz e é absorvido pelo organismo e eliminado junto com as fezes e a

Quantas sessões são indicadas?
O número de sessões depende da área a ser tratada, mas, em média, são indicadas três aplicações, com intervalo de 30 dias entre cada uma delas. Não é preciso reaplicar o produto para fazer a manutenção do resultado, a não ser que a paciente volte a apresentar gordura submentual.

O resultado aparece rápido?
Já nos primeiros dias é possível notar a papada menor, e o resultado vai melhorando ao longo do tratamento, já que a gordura vai se dissolvendo e sendo eliminada, gradualmente, pelo organismo.

Quais as vantagens desse ácido?
As principais são que a paciente pode voltar para a sua rotina logo após a aplicação e o resultado já é percebido após a primeira sessão. Já entre as desvantagens destacam-se o alto custo e a possibilidade de haver dor, vermelhidão, coceira, inchaço, formação de nódulos e hematomas na região após a aplicação. “Assimetrias ao sorrir foram relatadas com menos frequência, mas podem existir caso o produto seja injetado próximo a uma das ramificações do nervo facial da região da mandíbula. Mas, geralmente, essa assimetria se ameniza a partir do terceiro dia. Já a fraqueza e a dificuldade de deglutição, que podem acontecer por causa do edema e da reação inflamatória que acontecem após o procedimento, melhoram, em média, em 40 dias”, explica a dermatologista Cintia Guedes, da Clinica Vitalli (SP)

Qual a diferença entre o ácido deoxicólico e o Lipostabil?
Proibido pela Anvisa em 2011 por falta de estudos demonstrando sua eficácia e segurança no tratamento da gordura localizada, o Lipostabil é um medicamento à base de fosfatidilcolina, ativo que quebra as células de gordura. Inicialmente era usado para casos de embolia por gordura, em que é necessário quebrar o tampão de gordura formado.

Pode ser aplicado em outras regiões do corpo, além da papada?
Por ser novidade, ainda não existem estudos conclusivos sobre sua segurança e eficácia se usado em outras áreas do corpo.

QUANDO SÓ O BISTURI RESOLVE…

Se a gordura localizada for em grande quantidade, não pense que a aplicação do ácido deoxicólico será suficiente. Nesses casos, o mais indicado é a lipoaspiração no mento, cirurgia realizada através de anestesia local com sedação ou anestesia geral. Através das pequenas incisões, o cirurgião plástico introduz as microcânulas que irão aspirar o excesso de gordura da região do queixo, remodelando o contorno facial. A alta pode ser dada no no dia seguinte. As atividades do dia a dia podem ser retomadas quinze dias após a cirurgia e, em duas semanas, já se percebe um melhor contorno da região inferior da mandíbula, mas o resultado definitivo é observado entre três a quatro meses.

 

http://www.plasticaebeleza.com.br/beleza-e-cia/o-fim-da-papada/

Anúncios

Olheiras – Programa Mulher TV Gazeta

Olheiras são aquelas pequenas coisas que tanto nos incomodam, não é mesmo? Quem aqui nunca ficou horas tentando suavizar aquela mancha mais escurinha em baixo dos olhos na frente do espelho?

Mas você sabe tudo mesmo sobre as olheiras? Como elas se formam? Por que temos olheiras? E principalmente, como podemos trata-las?

No dia 17 de Julho a Doutora Cintia Guedes foi convidada especial do Programa Mulheres, na TV Gazeta em São Paulo, para falar sobre as olheiras.

Confira aqui abaixo.

MITOS E VERDADES SOBRE O CHOCOLATE E A PELE

1490711391410749

  • Chocolate dá espinha?

Sim. O chocolate pode piorar o quadro de acne em pacientes predispostos. Ele, assim como outros carboidratos, tem alto índice glicêmico, aumentando a produção de insulina e, consequentemente, a produção sebácea.

  • Qual seria o chocolate mais aliado: amargo, ao leite ou branco?

O chocolate amargo e o meio amargo possuem maior quantidade de cacau e menor quantidade de manteiga de cacau e açúcar, tendo menor índice glicêmico.

  • Existe algum benefício em comer chocolate?

O chocolate é um ótimo antioxidante, ajudando na prevenção do envelhecimento e até de doenças cardíacas, desde que consumido em pequenas quantidades (30g/dia).

  • Chocolate dá a sensação de bem estar?

Sim. Após a ingestão do chocolate liberamos um hormônio chamado serotonina, que é responsável pela sensação de bem estar.

  • O consumo excessivo do chocolate pode causar algum malefício?

Sim. Pode contribuir para o aparecimento de diabetes, piorar o colesterol e triglicérides, além de favorecer o ganho de peso. Já seu consumo em excesso em um único dia pode causar náuseas, diarreia, dores de cabeça e irritabilidade.

Além das famosas barras, o chocolate também pode ser benéfico para o nosso corpo e muitas vezes é utilizado, por exemplo, em banhos de ofurô e tratamentos para cabelo e rosto, normalmente aplicados em Spas e salões de beleza.

Cuidados diários com a pele

sem-titulo-1

Para garantir uma pele jovem, saudável e bonita é importante ter cuidados diários. Além dos hábitos alimentares saudáveis e a realização de atividades físicas, é fundamental beber 2 litros de água por dia. Também fique longe do cigarro!

1. Retire a maquiagem

A maquiagem faz parte do dia a dia das mulheres e o hábito de retirá-la também deve ser incorporado à sua rotina. A maquiagem obstrui os poros e promove o envelhecimento precoce. Utilize um demaquilante adequado para seu tipo de pele antes da lavagem.

2. Lave o rosto

Lavar o rosto duas vezes ao dia é fundamental para manter a saúde da pele e evitar o entupimentos dos poros, favorecendo o aparecimento de cravos e espinhas, além do envelhecimento precoce. A primeira lavagem deve ser feita pela manhã para retirar a oleosidade produzida durante o sono e a segunda, deve ser feita  à noite para retirar o acúmulo de oleosidade, resíduos de maquiagem e outros produtos, poluentes e poeira.

É recomendável usar um sabonete adequado para o seu tipo de pele, preferencialmente, líquido.

Utilize sempre com água fria, porque a água quente estimula a produção de oleosidade, assim como o hábito de lavar o rosto mais de duas vezes ao dia.

3. Tonifique

Os tônicos ajudam a remover os traços de óleo, sujeira e maquiagem que o sabonete pode ter deixado durante a limpeza.

4. Esfolie

Esfolie a pele duas vezes por semana. Retirar as células mortas é importante para dar uma aparência mais viscosa à pele e estimular a renovação celular.

5. Hidrate

Uma boa hidratação auxilia na manutenção do viço e da beleza da pele, além de manter a integridade da camada de proteção cutânea e evitar problemas como descamação, ressecamento, envelhecimento precoce, irritações e infecções.

Assim, diariamente, é preciso usar hidratantes adequados a cada tipo de pele e específicos para o rosto e para o corpo. É bom lembrar que as peles oleosas também precisam de hidratação. Nesse caso, recomenda-se usar um produto oil-free, que é à base de água e não aumentará a oleosidade da pele.

Evite o uso excessivo de sabonetes, buchas, banhos muito quentes e prolongados, principalmente no inverno.

6. Proteja

A exposição à radiação ultravioleta tem efeito cumulativo e penetra profundamente na pele, sendo capaz de provocar diversas alterações, como o bronzeamento e o surgimento de pintas, sardas, manchas, rugas e outros problemas. A exposição solar em excesso também pode causar tumores benignos (não cancerosos) ou cancerosos, como o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. Por isso evite exposição excessiva ao sol.

A maioria dos cânceres da pele está relacionada à exposição ao sol, por isso todo cuidado é pouco. Ao sair ao ar livre procure ficar na sombra, principalmente no horário entre as 10h e 16h.

Use sempre protetor solar com fator de proteção solar (FPS) de 30 ou maior. O produto deve ser aplicado ainda em casa, e reaplicado ao longo do dia a cada 2 horas, se houver muita transpiração ou exposição solar prolongada. É necessária aplicar uma boa quantidade do produto, equivalente a uma colher de chá rasa para o rosto e três colheres de sopa para o corpo, uniformemente, de modo a não deixar nenhuma área desprotegida. O filtro solar deve ser usado todos os dias, mesmo quando o tempo estiver frio ou nublado, pois a radiação UV atravessa as nuvens.Cubra as áreas expostas com roupas apropriadas, como uma camisa de manga comprida, calças e um chapéu de abas largas.

Óculos escuros também complementam as estratégias de proteção.

Procure um dermatologista para que ele indique qual o produto mais adequado para a sua pele. Lembre-se que cada pele, assim como cada pessoa possui necessidades individuais!